Qual a importância do pós-venda em concessionárias? Entenda

image

No mercado automobilístico, realizar um bom pós-venda em concessionárias pode ser a estratégia perfeita para fidelizar os seus clientes e garantir mais rentabilidade ao negócio. 

Afinal, estamos falando de um tipo negócio que envolve a compra de um patrimônio, valores elevados e, ainda, um ambiente extremamente competitivo. Desse modo, criar uma relação comercial de confiança é o diferencial perfeito para se destacar no mercado. 

Pensando justamente nisso, resolvemos preparar este post, exclusivamente, para apresentar dicas e formas de como se trabalhar um bom pós-venda em concessionárias, além de mostrar alguns benefícios e vantagens que essa estratégia proporcionará ao seu negócio. Acompanhe!

O que é o pós-venda em concessionárias? 

Em primeiro lugar, vale ressaltar que o trabalho de pós-venda tem algumas especificidades no caso de concessionárias. Afinal, diferentemente de outros bens, o processo de negociação de uma concessionária não se limita apenas a venda de um veículo, mas também aos possíveis serviços futuros como manutenções, reposição de peças, revisões etc.

Ou seja, a relação empresa X cliente envolve muitos outros fatores nesse tipo de mercado, e vai muito além da venda em si.

Sendo assim, como especialistas em gestão de concessionárias, devemos reforçar a ideia de que a fonte de receitas de seu negócio deve ir muito além das vendas de veículos e, inclusive, acreditamos que a sua oficina possa servir como principal canal para a fidelização dos clientes. Continue a leitura para entender melhor!

Quais os principais benefícios do pós-venda para concessionárias?  

Há uma série de vantagens que o trabalho de pós-venda pode trazer ao seu negócio, desde que seja bem trabalhado, no momento e na medida certa.  

O objetivo principal é conseguir aproximar o cliente da empresa e passar uma imagem de que você, além de ter vendido o veículo para ele, ainda se importa com a experiência que isso poderá proporcionar na vida dele e, claro, garantir o suporte necessário que ele precisa para manter o bom funcionamento de seu veículo.  

Por fim, isso também gera uma relação de confiança e credibilidade, a partir da qual o comprador tende a ver a sua concessionária como uma referência de qualidade e, principalmente, uma solucionadora para todas as suas necessidades.  

Assim, sua empresa ganha:  

  • credibilidade no mercado;  
  • aumento de vendas e serviços;  
  • retenção de clientes;  
  • diferenciação no mercado.  

Como realizar o pós-venda em concessionárias?  

O pós-venda, assim como todas as etapas da negociação, precisa seguir um bom planejamento e, principalmente, agir de forma adequada e conveniente.  

Para exemplificar melhor como isso pode ser feito na prática, imagine um procedimento de manutenção ou revisão para um determinado cliente. 

Faça um agendamento prévio  

É muito importante enviar esse “lembrete” ao cliente e, sem dúvidas, é o primeiro passo para a aproximação com ele. Por exemplo, sua concessionária pode se comunicar previamente com os compradores, para lembrar do prazo das revisões. Além disso, para marcações de manutenção agendadas pelo próprio cliente, não custa nada “relembrar” na semana do serviço, para mostrar que sua loja o aguarda e está compromissada em solucionar os seus problemas. 

Esteja preparado para recebê-lo bem na concessionária 

Como dica, já deixe a pré-OS impressa e pronta para a chegada do cliente. Depois, a oficina deve estar preparada para realizar a manutenção dentro do planejamento diário de serviços e uma previsão de conclusão deve ser passada ao consumidor. 

Esses detalhes, além de agilizar o atendimento, ainda cria uma imagem de comprometimento e organização e até ajuda a criar uma recepção mais personalizada, tendo em vista que você já se planeja e sabe qual o cliente será atendido naquele dia. 

Comunique-se com o cliente, conforme cada procedimento 

A dica é manter sempre o consumidor informado sobre qualquer demanda de peças e serviços não previstos, justamente, para criar uma relação de confiança e não lesar o cliente. Isso vale também para mudanças de horários, extensão do prazo do serviço etc. 

Informe sobre a conclusão e dê detalhes sobre o que foi realizado 

Além de comunicar a conclusão dos serviços prestados, é considerado diferencial, quando o mecânico presta esclarecimentos de tudo aquilo que foi realizado, com os mínimos detalhes. 

Mas não deve se limitar somente a isso! Por exemplo, o mecânico pode dar um “diagnóstico” completo dos problemas que foram resolvidos, dicas de como utilizar e prolongar a vida útil das novas peças, qual a importância dos serviços prestados etc. Isso pode até ser padronizado por meio de cartilhas ou formulários da concessionária, entregues ao cliente no fim de cada prestação de serviço. 

Como automatizar o pós-venda em concessionárias? 

Realizar um pós-venda em concessionárias de forma manual nunca será o caminho mais eficiente para conseguir resultados positivos. Uma dica fundamental é apostar em tecnologias capazes de otimizar a comunicação e, principalmente, a gerir cada processo e etapa desse serviço. 

Para implementar um fluxo realmente automatizado e prático para o pós-venda em concessionárias, são indicados sistemas de gestão – DMS. Ainda que sua empresa já opere com programa homologado pela montadora, o que é importante colocar em questão é se, de fato, essa plataforma atende às suas necessidades e se traz os resultados esperados para os serviços de assistência técnica. 

O Vision, por exemplo, desenvolvido pela Sisand é um dos sistemas de gestão homologados pela Honda, com maior capacidade de gerir, tanto os processos de CRM, como os de pós-venda da oficina. 

Para se ter uma noção mais ampla da abrangência desse sistema no pós-venda em concessionárias, podemos destacar algumas funcionalidades importantes: 

  • agendamento dos serviços de forma simplificada e prática; 
  • consulta dos horários disponíveis de cada mecânico; 
  • fornecimento de relatórios de produtividade dos funcionários; 
  • acompanhamento de OS abertas, fechadas e em andamento no período; 
  • sistema integrado com a Honda para serviços de revisão; 
  • emissão de NF de revisão com importação do arquivo pela montadora; 
  • controle de estoque da fábrica. 

Enfim, essas foram algumas dicas e sugestões de como e por que se realizar um bom pós-venda em concessionárias. Vale reforçar que a venda nesse mercado não se resume apenas ao aperto de mão entre o vendedor e o comprador, após uma negociação fechada. É fundamental (e rentável) trabalhar também os serviços de assistência técnica, que podem ser a porta ideal para fidelização dos clientes. 

Toda essa relação pode ser muito bem trabalhada, desde o início do financiamento até a oferta de peças e serviços futuros. Portanto, invista nessa ideia e busque ferramentas estratégicas para isso. 

Gostou? Quer saber mais dicas legais para a sua concessionária? Então, não deixe de ler também nosso próximo artigo e veja como otimizar seus processos de pagamentos!

Mais notícias