Como escolher um bom sistema de gestão de concessionárias?

image

Em plena era da produtividade, os gestores passam noites e dias buscando bons métodos para alavancar seus resultados. Afinal de contas, é essa constante sede por melhorias que tende a movimentar o mercado, estimulando tanto a competitividade como a inovação.

Por isso, embarcamos no tema para discutir uma ferramenta cada vez mais importante para o setor automotivo, o sistema de gestão de concessionárias. Caso ainda não tenha familiaridade com o assunto, aproveite para mergulhar neste conteúdo, descobrindo todos os benefícios dessa solução para o cotidiano da sua loja. Vamos lá!

A tecnologia enquanto um diferencial competitivo

Por muito tempo, os empreendimentos automotivos figuravam como os mais tradicionais, em que concessionárias, oficinas e revendas transferiam tanto sua gerência como seus conceitos dentro de uma mesma família, solidificando a marca por várias gerações no mercado.

No entanto, assim como aconteceu com a nossa sociedade, muito mudou nos últimos anos, principalmente se focarmos esse diagnóstico a partir da década de 1990. Com a popularização da internet e a velocidade da informação, o consumidor atravessou uma transformação definitiva, impactando sua jornada de compra.

Isso é evidente a ponto de que, hoje, as concessionárias não conseguem sobreviver na ausência de uma boa estratégia de marketing. Afinal de contas, não basta apenas entregar um serviço confiável e de alta qualidade, mas é preciso ser visto, notado, respeitado e reverenciado — elementos fundamentais para desenvolver uma reputação orgânica e sólida em torno de uma marca.

Nesse exemplo, a tecnologia nem ao menos figura como um diferencial competitivo, mas sim como um aspecto crucial para a sustentabilidade do negócio, ocupando a mesma importância que conceitos como a ética administrativa e o planejamento financeiro.

Então, em qual circunstância a tecnologia é um ponto extra na operação do lojista? Em nosso ponto de vista, ela ocupa um lugar de destaque quando a empresa contrata soluções aplicadas na gestão de seus processos. Afinal, como você perceberá neste artigo, um bom sistema de gestão é capaz de centralizar todas as demandas e etapas do negócio, oferecendo precisão e eficiência para o administrador em comando.

Em nossa visão, esses sistemas são soluções diferenciais justamente por não serem uma unanimidade no mercado, de modo que ainda existem muitas concessionárias que balizam suas operações em várias plataformas, segmentando o controle de estoque, a gestão de relacionamento com o cliente e os cálculos de financiamentos em uma série de programas e abordagens diferentes.

O grande problema disso é justamente a ineficiência operacional. Com tantas planilhas e interfaces diferentes, torna-se difícil reunir essas informações em um único painel de controle. Já com a centralização, a gestão ganha em discernimento estratégico, sendo mais fácil de identificar os resultados e necessidades dos vários setores, delegando soluções com velocidade e precisão.

Para além disso, ainda devemos retornar à questão do CRM. Caso não saiba, essa sigla representa a gestão do relacionamento com o consumidor, sendo um braço técnico e estatístico do marketing para mensurar o sucesso das suas interações, possibilitando ajustes operacionais para aumentar o número de vendas da sua loja.

Naturalmente, sendo uma estratégia mais sofisticada, nem sempre é possível acompanhar as métricas de CRM em uma planilha programável. Por isso, a tecnologia aplicada de um sistema de gestão posiciona a concessionária moderna a vários passos na frente dos estabelecimentos defasados, justamente por contar com uma ferramenta que ensina como se comportar na interação com o consumidor.

Em um último ponto, aproveitamos o gancho para destacar o aspecto referencial. Enquanto não se é o líder de um determinado mercado, é normal que se tente espelhar as práticas e abordagens de quem está no topo desse setor, facilitando sua distinção e alavancando a sua competitividade em detrimento das concessionárias menores.

É nesse sentido que a contratação de um sistema tecnológico se demonstra como um diferencial, em que a gestão da sua loja segue os passos de grandes expoentes do segmento, modernizando seu controle operacional e trabalhando com a mesma eficiência das gigantes desse mercado.

O conceito e finalidade de um sistema de gestão de concessionárias

Em essência, o propósito de uma plataforma de gestão é justamente facilitar as rotinas gerenciais, comerciais e operacionais. Por isso, a gestão que procura essas soluções está em busca de ferramentas enxutas, amigáveis e com uma curva de aprendizado rápida, solucionando mais problemas do que causando dúvidas.

No entanto, partimos de duas suposições. Na primeira, você ainda não conta com nenhum sistema no cotidiano da sua concessionária, mas deseja os benefícios dessa solução. Já na segunda, você até conta com uma plataforma, mas está insatisfeito com a usabilidade e os resultados dessa ferramenta.

Por isso, aproveitamos o tópico para elencar as principais características e funcionalidades de uma boa interface de gestão, demonstrando como esse tipo de software pode contribuir com a sua confiabilidade e consistência operacional. Veja!

Estratégia

Sem sombra de dúvidas, esse é um elemento de destaque quando falamos dos sistemas de gestão. No geral, essas plataformas têm um perfil centralizador, o que significa que elas reúnem informações de vários departamentos em um único painel de controle, oferecendo um controle estatístico com alto nível de detalhes.

Com o passar do tempo, a gestão se familiariza com o acompanhamento dessas métricas, relatórios e gráficos, tornando suas decisões ainda mais cirúrgicas, justamente por embasar cada uma delas na realidade matemática apresentada pelos dados. Desse modo, contar com um bom sistema de gestão é um dos primeiros passos para a implementação de uma cultura Data Driven.

Velocidade

Já em um segundo momento, a concessionária passa a observar ganhos de eficiência em seus processos, economizando tempo e recursos na tomada de decisão, formulação de argumentos, contrapropostas e soluções para o cliente que está prestes a comprar. Inclusive, esse é um exemplo bastante comum com as plataformas de financiamento.

Pois veja, um sistema completo sempre apresentará uma interface de F&I, entregando um painel rápido para o cálculo de financiamentos, parcelas, prazos e taxas. Além disso, não há com o que se preocupar, já que essa interface é integrada aos principais bancos do país, garantindo a confiabilidade das condições calculadas entre vendedor e cliente.

Integração

Sim, concessionárias são ambientes complexos, com uma série de departamentos e funções. No entanto, isso não pode justificar a falta de sincronia e comunicação entre os diferentes setores. É nesse sentido que os sistemas se oferecem como uma possibilidade de integração, justamente por facilitar o acompanhamento da gestão por uma visão macroscópica, monitorando todos os departamentos em um só painel.

Simplicidade

Por mais complexo e sofisticado que seja o software e suas funções, isso não deve refletir em sua usabilidade. Na realidade, é fundamental que uma boa ferramenta conte com uma interface de usuário prática e agradável, facilitando o processo de aprendizado e familiarização.

Nesse sentido, você garante que toda as interações com o sistema sejam velozes e intuitivas, eliminando a abstração das fórmulas, a competência técnica necessária para manusear ou programar as planilhas. Inclusive, essa é uma qualidade determinante para a velocidade de adaptação de novos funcionários na sua operação, fazendo com que o sistema seja sempre uma solução, e nunca um obstáculo.

Resultado

Assim como durante a avaliação do ROI de qualquer estratégia, os sistemas de gestão precisam entregar retornos pertinentes ao seu investimento. Com uma boa plataforma, essa análise é certeira, uma vez que a contratação desses softwares tem um reflexo duradouro sobre a qualidade e eficiência dos seus processos.

Confiabilidade

Em plena era digital, as empresas e pessoas não estão vulneráveis apenas às variáveis climáticas e ambientais, mas também às ações cibercriminosas. Por isso, um bom sistema de gestão aposta nas soluções de hospedagem remota para garantir a segurança dos seus dados operacionais em qualquer circunstância.

Dessa forma, colocar a operação de pé após um ataque digital ou uma catástrofe natural se torna muito mais fácil, garantindo que se tenha o acesso das informações vitais a qualquer momento, sem estar vulnerável às questões climáticas, geológicas ou criminais.

Os diferenciais de um bom sistema

Como pôde perceber, as características fundamentais de um sistema de gestão se concentram nas necessidades básicas e cotidianas das concessionárias, compondo, portanto, um MVP, um produto mínimo viável. Mas o que faz um bom sistema se destacar no mercado? Como a gestão pode identificar uma solução referencial entre todas as outras? Agora, confira a resposta para essas perguntas!

Abordagem modular

Em essência, módulos são pacotes departamentais de estratégia e função. Nesse sentido, um sistema de gestão modular conta com mais de uma plataforma para atender às necessidades da sua concessionária. Como exemplo, destacamos o Vision, a plataforma centralizadora de gestão da Sisand.

Por si só, o Vision já é capaz de simplificar as necessidades do seu cotidiano, eliminando etapas redundantes, cortando custos e agilizando processos. No entanto, ele ainda pode ser integrado a diferentes módulos, ampliando suas capacidades gerenciais, como o Datamotor e o Agile Supply, um painel estatístico de BI e um sistema para o controle de estoque, respectivamente.

Homologação

Não há nada como o reconhecimento oficial de uma grande expoente do mercado global. Pois bem, é justamente disso que falamos aqui, destacando que um bom sistema de gestão recebe a notoriedade funcional de uma montadora. No caso da Sisand, contamos com a certificação DMS de homologação da Honda.

Desde 2016, a desenvolvedora mantém uma relação próxima, técnica e inventiva na criação e aperfeiçoamento de soluções que agilizam os resultados das concessionárias dessa montadora, com uma plataforma integrada ao sistema myHonda, oferecendo velocidade, inteligência e integração em tempo real entre fabricante e concessionária.

Suporte consistente

Sem sombra de dúvidas, um dos critérios mais importantes da lista. Dúvidas, equívocos e curiosidades sempre existirão, de modo que você precisa contar um braço técnico e auxiliar na resolução desses dilemas. É por esse motivo que o suporte é um dos elementos mais fundamentais na usabilidade de um software de gestão.

Na Sisand, nos orgulhamos por oferecer um serviço de atendimento consistente, personalizado e profissional, com amplos horários e canais para atendimentos, além de um comprometimento absoluto com a satisfação dos usuários, prezando por uma abordagem sempre técnica, educada e objetiva.

Excelência técnica

Sistemas de gestão são os cérebros econômicos e operacionais de uma concessionária e, por conta disso, é inconcebível a convivência com um software extremamente mal programado, repleto de inconsistências, bugs e comportamentos que prejudiquem o foco ou a eficiência da equipe.

Por isso, é muito importante que você realmente estude as opções no mercado, analisando a interface de uma boa solução, que deve ser enxuta, com boa escaneabilidade, livre de engasgos ou redundâncias operacionais, pois como frisamos, essa solução deve facilitar o seu cotidiano e não torná-lo mais complicado.

Reputação de mercado

Naturalmente, uma das melhores formas de identificar uma boa solução no mercado é pela referência de terceiros. Para tanto, é interessante que você restrinja o seu leque de considerações para as plataformas que apresentem uma reputação sólida entre os seus próprios clientes.

Esse é o tipo de noção que pode ser avaliado por duas métricas: o tempo de mercado e a avaliação digital. Novamente, posicionemos a Sisand como exemplo. Hoje, a empresa contabiliza mais de uma década de trajetória, já tendo alavancado os resultados de mais de 300 concessionárias em todo o país. Digitalmente, a empresa exibe a satisfação de seus consumidores, sendo altamente recomendada por seus usuários no card do Google.

Aperfeiçoamento constante

No segmento tecnológico, a inércia corresponde ao fracasso. Por isso, é fundamental que você identifique uma empresa que esteja em constante desenvolvimento, criando novas soluções inventivas para os seus clientes ou aperfeiçoando as plataformas que já tem. Afinal de contas, inovação é um traço determinante no DNA de uma desenvolvedora bem-sucedida.

Comprometimento

Já aqui, temos um fator subjetivo, mas de extrema importância. A desenvolvedora não deve ser uma empresa que apenas vende um produto e some. Um bom sistema é criado, nutrido e amparado por uma empresa comprometida com os resultados de seus usuários, justamente por entender que essa é a maior prova da eficiência de suas plataformas.

Versatilidade

Por último, temos um fator que, de certa forma, complementa a abordagem modular. A imagem do gestor moderno é justamente de um profissional que não para, obcecado pelos resultados e comprometido com todo o esforço necessário para alcançá-los.

Por isso, é interessante considerar um sistema que conte com módulos de extensão mobile, possibilitando o monitoramento da performance da concessionária, mesmo estando distante de sua localização física. Sendo assim, é nesse contexto que aproveitamos para sugerir a Sisand como a simplificação dos seus desafios.

Oferecendo absolutamente todas as características presentes nesse artigo, somos felizes por desenvolver o melhor sistema para gestão de concessionárias de todo o mercado. Portanto, não perca a chance de colocar o seu negócio no próximo nível, operando com a mesma agilidade e tecnologia dos grandes. Aproveite e entre agora em contato com o nosso time de especialistas

Mais notícias